segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Jesus no Talmude


O Talmude é um livro sagrado dos judeus, um registro das discussões dos Rabis sobre lei, ética, costumes e história do judaísmo. É um texto fundamental para o judaísmo rabínico. Contém os seguintes documentos sobre uma ou mais personagens com o nome Yeshu (Jesus) ben Pandera ou ben Stada (filho da infiel):

 Talmud Shabbat, 104b
[sobre o uso de tatuagens ou marcas permanentes] Ensina-se: Rabi Eliezer disse aos sábios: Ben Stada não trouxe a magia com ele do Egipto num corte da sua pele?  Disseram-lhe: Era um tolo e não se pode trazer a prova de um tolo.

 Talmud Sanhedrin, 67a

Ensina-se: Para todos as outras puníveis com pena de morte [excluindo a idolatria] nós não ocultamos testemunhas. Como  tratam o acusado de idolatria? Apontam uma lâmpada para ele na câmara interna e colocam testemunhas na câmara exterior de modo que possam o ver e ouvir mas este não as pode ver ou ouvir. Diz-se-lhe "diz-me outra vez o que me disseste em privado". Se ele disser "como podemos nós esquecer o nosso Deus no céu e praticar idolatria?" e arrepende-se, tudo bem. Se disser "esta é nossa obrigação e o que nós devemos fazer" as testemunhas que o ouvem da parte externa devem dirigi-lo ao pátio e o apedrejar.
E assim fizeram a Ben Stada, em Lud [Lydda, a pouca distância de Jerusalém], e penduraram-no na véspera da Páscoa.
Ben Stada era Ben Pandira. Rabi Chisda disse: O marido [da mãe] era Stada e o amante era Pandira.
Não era o marido [da mãe] Pappos Ben Yehudah? O nome de sua mãe era Stada.
Mas não era a sua mãe, Miriam, cabeleireira [megadla nashaia] das mulheres? Como se diz em Pumbedita: Afastou-se [stat Da] do seu marido. 

  Talmud Sanhedrin 107b, Sotah 47a

Que há sobre o Rabi Yehoshua ben Perachiah?
Quando o rei João [Hircano] matou os rabis, o Rabi Yehoshua ben Perachiah [e Yeshu] foram para Alexandria no Egipto. Quando veio a paz, Simão ben Shetach enviou-lhe uma mensagem: “De mim [Jerusalem], a cidade santa, para ti Alexandria do Egipto. O meu marido está no teu seio e eu fui esquecida.”
[ben Perachiah] saíu e chegou a uma determinada estalagem onde lhe mostraram muito respeito. Ele disse: “que bonita é esta estalagem [Achsania, estalajadeira]”.
[Yeshu] disse: “Rabi, ela tem olhos estreitos”.
[ben Perachiah] disse-lhe: “malvado, é assim que empenhas o teu pensamento?”. Enviou 400 trombeteiros e anunciou a sua expulsão.
[Yeshu] apresentou-se a [ben Perachiah] muitas vezes dizendo-lhe: “Aceita-me”. Mas este não lhe prestava atenção.
Um dia, [ben Perachiah] estava a recitar a Shema [durante a qual não se pode ser interrompido]. Ele estava disposto a aceitar [Yeshu] e fez-lhe sinal com a mão. Mas [Yeshu] pensou que [ben Perachiah] estava a repeli-lo, por isso preparou um tijolo e começou a idolatrá-lo.
[Yeshu] disse a [ben Perachiah]: Ensinaste-me que qualquer um que peque e seja causa para outros pecarem, não devem ter oportunidade de arrependimento.
E o mestre disse: Yeshu [ha-Notzri] praticava magia e levou Israel à decadência. 

 Talmud Sanhedrin, 43a

Ensina-se: Na véspera da Páscoa penduraram Yeshu; o declamador anunciara por quarenta dias: "[Yeshu] vai ser apedrejado por prática de magia e por seduzir e conduzir Israel à transgressão. Qualquer um que saiba algo que o possa absolver deve se apresentar." Mas ninguém se apresentou e penduraram-no na véspera da Páscoa.  ...
Ensina-se: Yeshu teve cinco discipulos - Matai, Nekai, Netzer, Buni e Todah. ... (e os cinco foram julgados em tribunal e executados). 

 Tosefta Chullin 2:23

Aconteceu que o Rabi Elazar ben Damah foi mordido por uma serpente e Yakob (ou Jacob, Iago, Tiago) da vila Sechania o curou em nome de Yeshu ben Pandira, mas o Rabi Yishmael não o permitiu.

Estas passagens do Talmude, estejam relacionadas entre si ou não, parecem evocar acontecimentos muito semelhantes àqueles descritos relativamente a Jesus ben Pandera e a Jesus Nazareno.

Uma notável curiosidade é que numa das passagens do Talmude, a  Maria mãe de Yeshu é referida como cabeleireira de mulheres, que em hebraico é megadla nashaia. Talvez esta designação esteja na origem da personagem de Maria Madalena (Miriam Magdala)!

13 comentários:

  1. O Talmud é a Mishah+Gemara. a Mishah foi escrita em 200.sendo que a Mishah Nada falar a Respeito de Jesus.a Gemara que são comentários da Mishnah que foram escrito Depois da Mishnah citam Jesus.
    os Relatos da Gemara São muito tardios.não corresponde a Verdadeira Historia de Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Talmude e a Mishná são tardios, o que dizer dos evangelhos ou brit chadashá? As cópias dos manuscritos mais antigos do evangelho datam do século IIdc, ou seja ano 200.

      Excluir
    2. Amigo, século II não correspondem ao ano 200, mas do ano 101 até o 200. É estas cópias são anteriores à Mishnah. Aliás, o senhor está mal informado. Existem fragmentos de codex que datam do I século. É isto quer dizer do ano I Até o 100 da era comum...

      Excluir
  2. Respostas
    1. Jesus Não é Mito.

      Excluir
    2. Jesus de Nazaré é um Homem Histórico Real.
      No Século II Tácito em seu livro relata a Respeito de Jesus.

      Excluir
  3. Jesus é um mito criado pela igreja católica para ser o deus da nova religião cristã estabelecida no IV século, baseada em doutrinas pagãs contraditórias à Torah - Livro Sagrado, dado por D'us ao Seu povo Israel. Esta nova religião cria um livro - o Novo testamento - para embasar as suas crenças e cria um deus - Jesus.
    Tudo isso é contrário ao que está na Torah e no Tanach - Escrituras hebraicas, portanto, contra as leis de Deus.
    É só pesquisar a fundo, deixando de lado o partidarismo, e partir em busca da verdade "nua e crua."

    ResponderExcluir
  4. O Talmud não faz referência nenhuma ao j.c de Roma. Yeshu filho de Pandera soldado romano era um feiticeiro e sua condenação a morte foi ser cozido em um caldeirão de fezes. Yeshu,Yorsk,Yeshua são nomes muito comuns em Israel mas nenhum judeu tem esse nome. O texto desse blog com certeza foi copiado do site antissemita radio Islã. As escrituras hebraicas estão muito bem guardadas em rolos de pergaminhos nas Sinagogas e o Talmud é uma coletânea de 77 tratados escritos em hebraico,ídiche e aramaico não existe o Talmud traduzido para nenhum idioma e quem quiser ter os 77 tratados em casa terá que desembolsar no mínimo $8.000,00 dólares

    ResponderExcluir
  5. Yeshua há notzri , pandira, stada, menahem o essenio, yerruda da galileia , e etc. é tudo a mesma coisa , e ainda por cima,
    serviu de base para a construção do J.cristo cristão .., só não encherga quem não quer...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...