domingo, 26 de fevereiro de 2012

Introdução ao Novo Testamento





O que é o Novo Testamento?

O Novo Testamento é uma compilação de uma selecção de textos cristãos escritos em grego. Por isso também é chamado de Escrituras Gregas Cristãs. A sua composição foi definida canonicamente como contendo 27 textos com os seguintes conteúdos:

Secção
Descrição
Quatro composições sobre a missão de Jesus, de autoria atribuida a Mateus, Marcos, Lucas e João.
As actividades de Jesus com os apóstolos e outros discípulos.
Um livro sobre as actividades dos Apóstolos, após a morte de Jesus. Pedro e, principalmente, Paulo são as personagens principais.
Treze cartas cuja autoria é atribuida a Paulo: nove dirigidas a diversas igrejas cristãs e quatro dirigidas a alguns seus companheiros.
Outras Cartas
Oito cartas: carta anónima aos Hebreus, cartas de Pedro, João (o ancião), Tiago, Judas.
Um relato sobre revelações de Jesus a um homem chamado João.

O critério adoptado para a disposição dos textos foi a ordem cronológica dos eventos, segundo o seu aparente enquadramento histórico, e não a data de escrita.

A ordem de escrita terá sido, de grosso modo, a seguinte:
-          Cartas de Paulo (pelo menos 7 consideradas genuínas);
-          Outras cartas;
-          Apocalipse/Revelação;
-          Evangelhos;
-          Actos dos Apóstolos;

Parece insignificante, mas a ordenação dos textos pelas suas datas de composição é uma peça importante para se entender como o cristianismo se formou.

Personagens principais

O Novo Testamento contém narrativas que são entendidas pela maior parte dos cristãos como relatos históricos da vida e morte de um homem chamado Jesus Nazareno, o qual identificam como sendo o Cristo, Salvador.

Nome
Data
Descrição
O seu enquadramento histórico indica que terá vivido entre 7 AEC e 36 EC
Considerado como o Messias, o Cristo, o Salvador, o Filho de Deus, etc.
Rei dos Judeus de 43 a 4 AEC
Rei dos territórios da Palestina, sob um acordo com Roma, no tempo do nascimento de Jesus.
Tetrarca da Galiléia de 4 AEC a 40 EC
Filho de Herodes o Grande, governador da Galiléia no tempo da morte de Jesus.
Sumo-Sacerdote do Templo de 18 a 36 EC
Sumo-Sacerdote ao qual Jesus foi levado na noite em que foi capturado.
Governador da Judeia de 26 a 36 EC
Governador Romano da Judeia, que sentenciou a execução de Jesus.
Morreu em 33 EC ou 36 EC (?)
Líder de um movimento religioso, centrado no ritual do baptismo, ao qual Jesus esteve ligado.

Pais de Jesus.

Irmãos de Jesus, não está especificado se eram filhos de Maria, de José ou de ambos.

Discípula de Jesus que teve um papel importante nos últimos dias de Jesus.

Formavam o círculo mais íntimo dos amigos de Jesus e divulgaram a mensagem após a morte deste.

O que traíu Jesus e permitiu que fosse capturado para ser crucificado.

Outros homens que são listados como os principais seguidores de Jesus, mas cuja descrição não é minimamente detalhada.
Terá vivido possivelmente entre 5 e 65 EC. Iniciou sua missão entre 35 e 40 EC. Escreveu as suas famosas cartas de 50 a 60 EC.
O primeiro grande divulgador da fé cristã, divulgando-a para os não judeus.
Proclamando-se apóstolo, Paulo diz que conheceu o Cristo através de uma revelação ou visão e não pessoalmente nem através de relatos humanos.
Paulo não pertence ao conjunto de 12 apóstolos que figuram nos evangelhos.

Uma parte das personagens que constam nas narrativas do Novo Testamento podem ser consideradas figuras históricas, porque aparecem descritas em documentos históricos fora do âmbito religioso (p.ex. Herodes e Pilatos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...