domingo, 2 de junho de 2013

Paulo - Sumário sobre Cristo



Sumário: o que Paulo disse sobre Cristo

Para quem não conhece ou não se lembra da história, aqui vai uma síntese do que se pensa sobre Jesus e sobre a Bíblia:

Visão do cristianismo
Visão secular tradicional
Jesus era Filho de Deus
Nem pensar
Filho de uma virgem
Nem pensar, quando muito um caso extraconjugal.
Nasceu em Belém
Nada contra
Família: José e Maria, 4 irmãos, irmãs e uma tia
Nada contra
Originário da Nazaré e chamado Nazareno
Nada contra
Era carpinteiro, filho de carpinteiro
Nada contra
Baptizado por João Baptista
Nada contra
Vivia na Galileia em Cafarnaum
Nada contra
Recrutou doze apóstolos que o acompanharam até ser capturado
Nada contra
Teve milhares de seguidores
Nada contra
Fez muitas pequenas viagens
Nada contra
Ensinou sobre muitas coisas
Nada contra
Fez curas e exorcismos
Quando muito, truques
Transfigurou-se
Quando muito, truques
Entrou triunfalmente em Jerusalém, onde foi aclamado como rei
Nada contra 
Fez uma “limpeza” do Templo, expulsando cambistas e comerciantes
Nada contra
Última ceia e eucaristia
Nada contra
Traido por Judas e capturado
Nada contra
Julgado pelos sacerdotes e por Pilatos
Nada contra
Foi executado a mando de Pilatos
Nada contra
Foi crucificado
Nada contra
Ressuscitou ao fim de três dias
Quando muito, truques
Ascendeu aos céus
Nem pensar - nem com truques
Apareceu a Maria Madalena, aos apóstolos e aos discípulos
Quando muito, truques
Apareceu, anos mais tarde, a Paulo, numa visão
Nada contra alucinações
Paulo juntou-se aos apóstolos para aprender sobre Jesus
Nada contra
Paulo tem autorização para converter não judeus
Nada contra
Paulo corta com os apóstolos de Jerusalém
Nada contra
Paulo escreve cartas às comunidades afastadas
Nada contra


O principal problema na biografia de Jesus e da história do cristianismo é que o apóstolo Paulo, o grande divulgador do cristianismo, não menciona nas suas cartas (escritas entre 45 e 60 E.C.):
-          que Jesus nasceu de uma Virgem chamada Maria (independentemente de essa informação ser falsa;
-          que Jesus tinha vivido, uma ou duas décadas antes, na Galiléia;
-          que Jesus foi baptizado por João Baptista;
-          os discursos de Jesus;
-          os milagres de Jesus (independentemente de serem falsos);
-          os distúrbios que Jesus causou no Templo de Jerusalém;
-          que Jesus foi traído por um discípulo/apóstolo


As cartas de Paulo parecem ser sobre um filho do Deus dos judeus. Este filho de Yahveh teria alegadamente revelado a Paulo (e a outros antes dele) que iria proceder muito brevemente a uma salvação dos judeus. Nada transparece que Paulo referir-se-ia a um homem da Galiléia chamado Jesus da Nazaré. Mas Paulo teria todo o interesse em convencer a sua audiência (os seus leitores) que o Jesus da Nazaré era o filho de Yahveh, caso tivesse conhecimento da história de Jesus da Nazaré).

A seguinte tabela resume aquilo que Paulo escreveu sobre Cristo nas suas cartas genuinas. Resume a ideia que Paulo tinha sobre Cristo ou, no mínimo, a ideia que Paulo queria divulgar:

O que os evangelhos dizem sobre Jesus
O que Paulo disse sobre o Cristo
Os pais de Jesus: Deus, José e Maria
Mãe alegórica, o Pai é só Deus
A mãe era virgem
-
O nascimento ocorreu em Belém
-
Família: 4 irmãos, irmãs e uma tia.
Menciona uns “irmãos do Senhor” e ensina que todos os crentes tornam-se irmãos de Cristo
João Baptista era parente de Jesus (Lucas).
-
Originário da Nazaré e chamado Nazareno
-
Baptizado por João Baptista
-
Vivia na Galileia em Cafarnaum
-
Jesus recrutou doze apóstolos que o acompanharam até ser capturado.
Num único versículo refere que Cristo apareceu a “doze” e também apareceu a “apóstolos”. Os apóstolos são aqueles que tiveram uma revelação, tal como Paulo teve, e não homens que conviveram com Cristo
Teve milhares de seguidores
-
Fez muitas viagens
-
Ensinou muitas coisas
Apenas sobre o casamento indissolúvel e sobre a eucaristia – tudo o que Paulo sabe foi lhe ensinado directamente por Cristo em revelação
Ensinou o “Pai Nosso” aos apóstolos
Paulo queixa-se por não saber como rezar
Fez curas e exorcismos
-
Transfigurou-se
-
Entrou triunfalmente em Jerusalém, onde foi aclamado como rei
-
Fez uma “limpeza” do Templo
-
Última ceia e eucaristia
Só eucaristia – e foi o Senhor (e não os apóstolos) que lhe explicou como foi a eucaristia.
Traido por Judas e capturado
Entregue em vez de “traído”
Julgado pelos sacerdotes e por Pilatos
-
Foi executado a mando de Pilatos
Todos os governantes do mundo contribuiram para a morte de Cristo
Foi crucificado
Foi crucificado ou pendurado
Ressuscitou ao fim de três dias
Ressuscitou ao fim de três dias
Ascendeu aos céus
-
(não existe distinção entre ressureição e ascensão, ou seja, não diz que Cristo foi para o Céu, porque presume que Cristo nunca saíu do céu)
Apareceu a Maria Madalena, aos apóstolos e aos discípulos
Apareceu em revelação, não fisicamente, a Cefas, aos “doze”, a 500 “irmãos”, a Tiago, aos apóstolos e, finalmente, a Paulo.



Um comentário:

  1. As discrepâncias deixam claro que quando as cartas atribuladas ao homem de Tarso foram redigidas o mito ainda não tinha os contornos que tem atualmente. Paulo nitidamente se refere a uma espécie de derivação sincrética e helenizada do deus Chrestus (e de uns outros), a meu ver.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...