segunda-feira, 1 de junho de 2015

Assírios e Babilónios (Parte 4) - Israel é vassalo





Legenda:

-          reis de Judá;
-          reis de Israel;
-          reis da Síria.


A Assíria entra no cenário bíblico

Em 854 a.C. uma coligação de 12 reis, incluindo Ben-Hadad II de Aram (Síria) e Acabe de Israel defrontam Shalmaneser III da Assíria, na batalha de Qarqar. O resultado foi de grandes perdas para os dois lados da batalha.

Em 850 a.C., os reis de Israel e Judá - Acabe e Jeosafat respectivamente - partem juntos para a guerra para recuperarem a cidade de Ramote-Gileade que estava nas mãos dos sírios, mas perdem e Acabe morre na batalha (1 Reis 22).

Acabe é sucedido pelo seu filho mais velho, mas este morre numa queda da varanda do seu quarto (2 Reis 1). Outro filho de Acabe, Jeorão, assume o trono de Samaria.
Entretanto Moabe revolta-se contra Israel, mas uma coligação Israel-Judá-Edom foi travar a rebelião do rei Mesha para no fim ficarem chocados com tal desespero do rei moabita que, em aflição, sacrificou o próprio filho nas muralhas da sua cidade (2 Reis 3).

Em 843 a.C. Aram (Síria) tem um novo rei, Hazael. Por volta deste tempo, em Judá, Acazias, neto de Acabe e também neto de Jeosafat senta-se no trono em Jerusalém, continuando a aliança Judá-Israel.

Reis assírios desta época:
Período (AEC)
Rei
Descrição
859-824
Shalmaneser III
Defrontou os sírios em Qarqar. Teve o rei Jeú de Israel como seu tributário.
824-811
Shamshi-Adad V
Filho de Shalmaneser III
811-783
Adad-nirari III
Filho de Shamshi-Adad V e Shammuramat. A sua mãe deve ter sido influente no reino quando Adad ainda era muito novo para reinar. Cercou Damasco no tempo de Ben-Hadad III, em 796 AEC, o que levou à recuperação de Israel.
783-773
Shalmaneser IV
Filho de Adad-nirari III
773-755
Ashur-dan III
Filho de Adad-nirari III. O seu reinado foi marcado por duas pragas que assolaram a Assíria.
755-745
Ashur-nirari V
Filho de Adad-nirari III. Durante os seus últimos quatro anos não fez campanhas militares e foi, por isso, considerado fraco, levando a uma revolta.
745-727
Tiglath-Pileser III
Referido pelo nome Pulu. Insinuou-se como sendo filho de Adad-nirari III, mas isso pode não ser verdade. Tomou o trono na sequência de uma revolta em 746. Iniciou reformas que levaram a Assíria a ser um império.


Jeú inicia uma dinastia em Israel

Em 842 a.C., Shalmaneser III, ataca Aram (Síria) e força o rei Hazael a refugiar-se nas muralhas de Damasco enquanto muitas cidades da Síria são destruidas e pilhadas. Nesse mesmo ano, o general Jeú de Ramote-Gileade, com o acordo de Shalmaneser III, toma o poder em Israel eliminando todos os herdeiros de Acabe, incluíndo o rei Acazias de Judá que estava de visita a Israel (2 Reis 9).

Em Judá, Atália, mãe de Acazias, substitui o filho – assassinado por Jeú –  no trono. Atália planeou erradicar qualquer potencial candidato ao trono, o que incluíu tentar assassinar o seu neto, filho de Acazias. Mas o neto de Atália, Jeoás, foi protegido pelo sumo-sacerdote Jeoiada que o escondeu durante a sua infância. Sete anos mais tarde, Jeoás reclamou o trono e Atália foi executada (2 Reis 11).

Por volta de 825 a.C., ainda no reinado de Jeú, Hazael da Siria começa a atacar Israel (2 Reis 10) e, no reinado de Jeoacaz, filho de Jeú, Israel torna-se vassalo da Síria. Mais tarde, em 802 a.C., Jeoás, filho de Jeoacaz, liberta Israel (2 Reis 13).

Jeoás de Judá, mandou executar o filho de Jeoiada (o sumo-sacerdote que o tinha protegido na infância). Em 801 a.C., os sírios atacam Judá e pilham o Templo, mas retiram-se, deixando Jeoás gravemente ferido. Em retribuição pela morte do filho de Jeoiada, Jeoás é assassinado por servos (2 Reis 12; 2 Crónicas 24).

Amazias, sucessor de Jeoás em Judá, desafia Israel para a guerra de modo a disputar territórios, mas é derrotado e o tesouro do Templo pilhado. Tal como o seu pai, Amazias foi assassinado numa conspiração (2 Reis 14; 2 Crónicas 25).

Por volta de 785 a.C., Jeroboão II, da dinastia de Jeú, conquista Damasco aos sírios (2 Reis 14) com a provável ajuda de Adad-nirari III.

Período (AEC)
Rei
Descrição
842-815
Jeú
Matou Jezebel e toda a família real da casa de Acabe/Omri. Tributário de Salmaneser III da Assíria.
815-801
Jeoacaz
Filho de Jeú.
801-786
Joás
Filho de Jeoacaz.
786-746
Jeroboão II
O reino de Israel atingiu o máximo de poder.
746-745
Zacarias
Filho de Jeroboão II. Assassinado por Salum (Chalum).


A dinastia iniciada por Jeú termina após 100 anos de reinado em Israel, com o assassinato de Zacarias, filho de Jeroboão II, em 745 a.C.. Várias conspirações depois, instala-se Menahém no trono de Samaria.


A Estela de Mesha, rei de Moabe

A Pedra Moabita ou Estela de Mesha, é uma pedra com uma inscrição sobre Mesha, rei de Moabe. Esta regista a conquista de Moabe por Omri, rei de Israel. Após a morte de Acabe, filho de Omri, Mesha revolta-se depois de quarenta anos de vassalagem.

Encontrada em Díbon, a antiga capital do Reino de Moabe, encontra-se no Museu do Louvre, em Paris.

Texto da Estela de Mesha ou Pedra Moabita
Eu, Mesha, filho do Deus Qemosh, rei de Moabe, o dibonita. Meu pai reinou sobre Moabe por trinta anos e eu sucedi-lhe. E eu construí este santuário para Qemosh em Karchah, pois Ele salvou-me de todos os agressores, e fez-me triunfar sobre os meus inimigos. Omri, rei de Israel, oprimiu Moabe por muito tempo, e Qemosh irou-se com as suas agressões. Seu filho [Acabe] sucedeu-lhe e também disse "Vou humilhar Moabe". [...] 
Omri tomou a terra de Madeba, e ocupou-a e também o seu filho, por quarenta anos. E Qemosh teve misericórdia da terra no meu tempo. E eu construí Baal-meon e fiz-lhe uma cisterna, e construí Kiriathaim. E os homens de Gade habitaram no país de Atarote desde tempos antigos e o rei de Israel fortificou Atarote. Eu assaltei a muralha e capturei-a, e matei todos os guerreiros da cidade para deleite de Qemosh e Moabe, e levei os despojos para oferecer a Qemosh de Kiriate; e aí coloquei os homens de Siran e Mochrath. 
E Qemosh disse-me "Toma Nebo a Israel", e eu fui na noite e lutei contra ela desde o amanhecer até o meio do dia, e tomei-a: e matei sete mil homens mas não matei as mulheres e donzelas, mas devotei-as a Ashtar-Qemosh; e retirei as taças de Yahveh, e ofereci-as a Qemosh. E o rei de Israel fortificou Jahaz, e ocupou-a, quando fez guerra contra mim, e Qemosh expulsou-o por mim, e eu trouxe de Moabe duzentos homens, e coloquei-os em Jahaz, e tomei-a para anexar a Dibon. 
[...]


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...