domingo, 25 de maio de 2014

Século II - Actos - Quem Roubou o Corpo?




Quem lê os evangelhos até ao fim fica com a sugestão de que a narrativa acaba abruptamente e que deveria ter uma continuação. Os evangelhos terminam do seguinte modo:
 - o corpo de Jesus desaparece do túmulo;
 - a alguns (muito poucos) é revelado que a razão do desaparecimento do corpo de Jesus foi a sua ressurreição;
 - todos as outras pessoas, incluindo as autoridades, ficam sem saber o que realmente se passou: se Jesus sobreviveu e fugiu do túmulo; se os discípulos roubaram o corpo; etc

Entretanto, no século II, alguém escreveu o livro Actos dos Apóstolos como uma continuação dos evangelhos. Em particular entende-se este livro como uma continuação do Evangelho Segundo Lucas.

Uma vez que estende a narrativa a partir do ponto onde terminam os evangelhos, seria de esperar que Actos dos Apóstolos começasse com o relato de uma caça ao homem por parte das autoridades de Jerusalém. Isto, por dois motivos:
 - se Jesus fugiu do túmulo (p.ex. tendo sobrevivido aos ferimentos da crucificação), as autoridades deveriam querer organizar uma perseguição para caçar Jesus;
 - se o corpo foi roubado, as autoridades deveriam querer apanhar quem roubou o corpo.

Mas nada disso acontece em Actos dos Apóstolos. Não existe nenhuma autoridade preocupada com o desaparecimento do corpo de Jesus! Vejamos uma síntese dos primeiros capítulos de Actos:
Capítulo 1: Jesus ascende aos céus na Galileia e um número não especificado de discípulos observa o evento; logo a seguir os discípulos dirigem-se a Jerusalém - para o exacto local onde estavam as autoridades que levaram à execução de Jesus e que deveriam estar preocupadas com o desaparecimento do corpo; onde estava Pilatos, agora?
Capítulo 2: Pedro e outros discípulos reúnem-se calmamente em Jerusalém, poucos dias depois da morte de Jesus; são apenas levemente acusados de estarem bêbados; 
Capítulo 3 e 4: Pedro e João são presos por pregarem em público mas nada sobre o desaparecimento do corpo de Jesus - ninguém lhes pergunta onde estaria o corpo!  
Capítulo 5: Pedro comporta-se já como um tirano religioso: acusa um casal de não pagarem suficiente dízimo à congregação; tanto o homem como a mulher morrem magicamente.  Pedro e outros são presos - por pregarem publicamente - e novamente soltos.  
Capitulo 6 e 7: Estêvão é preso e julgado; em sua defesa, faz um longo discurso onde sintetiza o Antigo Testamento. Nem sequer fala sobre Jesus.


A hipótese de Jesus sobreviver aos ferimentos causados pela crucificação não seria descabido na medida em que, segundo os evangelhos, Jesus permaneceu na cruz apenas algumas horas, e é possível sobreviver-se mais tempo do que isso crucificado (dependendo da saúde do supliciado e outros factores, ver http://en.wikipedia.org/wiki/Crucifixion).

O que é descabido é ver nas histórias de Actos dos Apóstolos um total desinteresse de todos os personagens não crentes pelo assunto do desaparecimento de Jesus.


4 comentários:

  1. Olá querido amigo,

    Creio que faltou uma narrativa importante a ser considerada:

    "E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
    E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela.
    E o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como neve."

    Note esta parte:

    "E os guardas, com medo dele, ficaram muito assombrados, e como mortos."

    No que prossegue:

    Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.

    Mateus 28:1-5

    E veja o que está escrito um pouco mais atrás:

    "Manda, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, não se dê o caso que os seus discípulos vão de noite, e o furtem, e digam ao povo: Ressuscitou dentre os mortos; e assim o último erro será pior do que o primeiro.
    E disse-lhes Pilatos: Tendes a guarda; ide, guardai-o como entenderdes.
    E, indo eles, seguraram o sepulcro com a guarda, selando a pedra."

    Mateus 27:64-66

    Esclarecedor, não?

    Isto leva para longe a possibilidade de um roubo do corpo, haja vista de que haviam soldados que testemunharam o que de fato havia ocorrido, não concorda?

    Então não haveria motivos para os Romanos procurarem por Jesus, uma vez que os soldados eram testemunhas do que havia realmente ocorrido!

    Por parte dos seguidores de Cristo, também não haveria por que procurarem, uma vez que as mulheres que foram visitar o túmulo também serviram de testemunhas. Portanto, ambos os que poderiam estar interessado no ocorrido, tinham a notícia do que realmente aconteceu.

    A ressurreição de Cristo ao terceiro dia já era algo esperado pelos romanos, embora não cressem que isto de fato pudesse ocorrer, conforme lemos em Mateus 27-64.

    E então lemos que os romanos tomaram os devidos cuidados para justamente prevenir que houvesse o roubo de um corpo, não apenas selando a entrada do tumulo com uma pedra, mas colocando guardas.

    Tendo em vista estes relatos, isto não descartaria a hipótese de um roubo do corpo?

    E havendo testemunha de ambos os lados e ambos conhecendo a profecia sobre a ressurreição de Cristo ao terceiro dia, isto não explicaria o porque de não saírem à procura do corpo?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque é que apenas Mateus explica que o túmulo estava vigiado por guardas?

      Marcos, Lucas e João não contam nada disso. Apesar de contarem exactamente o mesmo episódio não falam de nenhuns guardas junto ao túmulo.

      Mais informação:
      http://quem-escreveu-torto.blogspot.pt/2013/01/paixao-vi-ressurreicao.html

      Abraço

      Excluir
    2. Olá,

      O prof. Leandro Quadros nos dá uma resposta interessante sobre esta questão:

      https://www.youtube.com/watch?v=XGJLhXPLyZw

      Quanto à questão da diferença dos relatos no artigo que o amigo compartilhou, se me permite, colocarei uma comentário no referido artigo.

      Um abraço.

      Excluir
  2. Se quiser acatar minha sugestão leia o livro best seller nos EUA : Envolvido pela Luz de Betty J. Eadie Há muita revelação lá.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...